Cirurgia de Cabeça e Pescoço – uma especialidade médica

Dr. Francisco Amorim Cirurgião especialista de cabeça e pescoço Muito frequentemente os pacientes chegam aos consultórios médicos da especialidade de Cirurgia de Cabeça e Pescoço fazendo as seguintes indagações: “Doutor, qual a sua especialidade? Doutor, o senhor trata do cérebro, é neurologista? Doutor, cabeça e pescoço é uma especialidade médica?” 

Eu sou Francisco Amorim, médico cirurgião especialista em Cabeça e Pescoço, sendo Doutor pelo Departamento de Otorrinolaringologia e Cirurgia de Cabeça e Pescoço da UNIFESP – São Paulo-SP, Mestre pelo Serviço de Cirurgia de Cabeça e Pescoço – Hospital Heliópolis – São Paulo-SP e Titular do Colégio Brasileiro de Cirurgiões – CBC. 

Hoje vamos falar um pouco do que vem a ser essa tal especialidade – CIRURGIA DE CABEÇA E PESCOÇO – e o que ela de fato trata. 

 

Cirurgia de Cabeça e Pescoço no Brasil 

A Cirurgia de Cabeça e Pescoço chegou no Brasil na década de 50, onde duas grandes escolas iniciaram a especialidade no Brasil. Em 1951, foi fundado no Rio de Janeiro o Serviço de Cirurgia de Cabeça e Pescoço do INCA (Instituto Nacional do Câncer) pelo insigne Mestre Dr. Jorge de Marsillac, que o engrandeceu sobremaneira este serviço.  

Em São Paulo, foi criado o Serviço de Cirurgia de Cabeça e Pescoço no Hospital A.C. Camargo, da Associação Paulista de Combate ao Câncer, criado e chefiado pelo eminente cirurgião Dr. Jorge Fairbanks Barbosa, que, com determinação, esforço e trabalho em equipe com seus seguidores e auxiliares, como o saudoso Mestre Dr. Josias de Andrade Sobrinho, transformou este serviço em uma referência para todo o estado de São Paulo e fincaram a pedra fundamental do que viria a ser, atualmente, um conceituado Serviço de Cirurgia de Cabeça e Pescoço no Brasil e uma referência mundial.  

Em 1977, grandes pioneiros da Cirurgia de Cabeça e Pescoço, capitaneada pelo Dr. Abrão Rapoport, Dr. Josias de Andrade Sobrinho, Dr. Marcos Brasilino de Carvalho e Dr. Antônio Sergio Fava, fundaram o Serviço de Cirurgia de Cabeça e Pescoço no Hospital Heliópolis, onde o comedido autor deste texto teve a honra de fazer a residência médica e receber grandes ensinamentos de grandes mestres da especialidade. 

O que o cirurgião de cabeça e pescoço faz? 

Um cirurgião de cabeça e pescoço é um médico especialista na avaliação, diagnóstico e tratamento de um amplo espectro de doenças do ouvido, nariz, garganta e outras áreas da cabeça e do pescoço. Essa especialidade trata das enfermidades e dos tumores que acometem as regiões da: 

  • Face; 
  • Fossas nasais; 
  • Seios paranasais; 
  • Boca; 
  • Faringe; 
  • Laringe; 
  • Glândula tireoide e paratireoides; 
  • Glândulas salivares; 
  • Tumores dos tecidos moles do pescoço e couro cabeludo; 
  • Tumores na mandíbula.  

A especialidade, no entanto, não abrange os tumores ou doenças do cérebro e outras áreas do sistema nervoso e nem da coluna cervical. Esses procedimentos são realizados pelo Neurocirurgião. 

Como é a recuperação da cirurgia de cabeça e pescoço? 

A recuperação da cirurgia de cabeça e pescoço depende da cirurgia a ser realizada. A maioria das dissecções do pescoço para remover tumores podem exigir de dois a três dias de internação hospitalar, se não houver complicações. Outras cirurgias de maior complexidade podem exigir um tempo maior. 

A maioria dos pacientes precisará de assistência após a alta do hospital, receberão cuidados e orientações nutricionais, orientações quanto aos curativos da ferida operatória, alguns receberão orientações quanto à limpeza da cânula de traqueostomia e cuidados gerais e alguns casos ainda irão necessitar de fisioterapia, além de todos os cuidados e orientações regulares da equipe cirúrgica que operou. 

Só a cirurgia é suficiente para tratar as enfermidades de cabeça e pescoço? 

A cirurgia de cabeça e pescoço pode não ser o último procedimento para muitos pacientes. Alguns podem precisar de cirurgia plástica reconstrutiva para recuperar a aparência natural do rosto e/ou do pescoço – me refiro àquelas cirurgias que são complexas e mutiladoras devido à extensão e localização do tumor inicial. Lembrar que em dadas situações os pacientes com câncer de cabeça e pescoço também podem precisar realizar tratamento de radioterapia ou quimioterapia.  

Em se tratando do câncer de tireoide, em determinados casos, a radioiodoterapia  é uma modalidade de tratamento complementar à cirurgia. Outras situações podem precisar de serviços de reabilitação, como fonoterapia, principalmente nas cirurgias que acometem a laringe. Converse com seu médico sobre o que esperar após a sua cirurgia, pois ele poderá fornecer informações para o melhor processo de recuperação para você. 

O Instituto da Tireoide & Laringe 

Anos de treinamento avançado são necessários para a formação de um cirurgião de cabeça e pescoço, e encontrar um especialista que possa tratar a sua doença, que se encontra nessa região, será seu maior recurso no gerenciamento e tratamento adequado da sua enfermidade ou lesão.  

No Instituto da Tireoide & Laringe, atendemos pacientes com doenças relacionadas aos ouvidos, nariz, garganta, cabeça e pescoço de um modo geral, mas principalmente as enfermidades que acometem a tireoide e a laringe. Nossos médicos receberam treinamento especializado e completam a sua formação continuamente de forma consistente para fornecer as informações, diagnósticos e tratamentos mais atualizados aos nossos pacientes, efetuando um tratamento humanizado com qualidade e segurança que você merece. 

Entre em contato conosco para agendar uma consulta. Lembre-se que obter as respostas para suas perguntas quanto a um problema que surgiu na cabeça e no pescoço irá aliviar sua mente e colocá-lo em um caminho de tratamento certo e eficaz. 

Dr. Francisco Amorim   CRM 14221 
Cirurgião de Cabeça e Pescoço 
Diretor Técnico do Instituto da Tireoide & Laringe