Instituto da Tireoide & Laringe

HPV e o câncer de cabeça e pescoço: qual a relação entre ambos?

Você sabia que câncer de cabeça e pescoço é o quinto tipo de tumor maligno que mais ocorre no Brasil entre os homens, causando aproximadamente 10 mil  mortes todos os anos. E, infelizmente, 70% desses cânceres são descobertos em estágio avançado pela falta de informação sobre a doença.

 

É por isso que conhecer os sintomas do câncer de cabeça e pescoço é fundamental para chegar ao diagnóstico precoce e ter mais chances de sucesso no tratamento e cura! Confira!

Afinal, o que é câncer de cabeça e pescoço?

Da mesma forma que outros tipos de câncer, os situados nas
regiões da cabeça e do pescoço se caracterizam pelo desenvolvimento rápido e
anormal de células em determinado órgão.

Como resultado, tem-se a formação de nódulos que podem
comprometer a função dos órgãos atingidos. Enfim, todos os tipos de câncer de
cabeça e pescoço estão localizados nas áreas cefálica e cervical do corpo.

Quais os tipos de câncer de cabeça e pescoço?

Quando falamos em “câncer de cabeça e pescoço” nos
referimos a qualquer tumor que se desenvolva nessas áreas do corpo. Além disso,
ele ainda recebe uma denominação específica segundo a região afetada!
Confira-os:

     
tumores intracranianos — atingem o cérebro, o cerebelo
e outras estruturas cerebrais;

     
tumores dos olhos — afetam desde o globo ocular, a
glândula lacrimal ou a retina;

     
câncer da cavidade oral — se desenvolve nos lábios,
gengiva, céu da boca e língua;

     
câncer de faringe — acomete a garganta;

     
câncer de laringe — afeta a região das cordas vocais;

     
câncer de tireoide — atinge
a glândula da tireoide
.

Qual a relação entre HPV e câncer de cabeça e
pescoço?

As infecções por HPV (Papilomavírus
Humano
) — vírus que pode causar infecções na pele e nas mucosas, sendo
transmitido principalmente por contato sexual — podem ser associadas ao
desenvolvimento de certos tipos de câncer de cabeça e pescoço, principalmente
em jovens adultos.

As áreas mais afetadas pelas lesões cancerígenas são:

     
cavidade oral;

     
base da língua;

     
amígdalas;

     
faringe;

     
laringe.

 A infecção persistente por certos tipos de HPV,
principalmente os tipos HPV-16 e HPV-18, aumenta o risco de desenvolvimento de
câncer de cabeça e pescoço. A prevenção dessa infecção e do câncer de cabeça e
pescoço relacionado ao vírus envolve medidas como a vacinação contra o HPV, que
está disponível para ambos os sexos e é mais eficaz quando administrada antes
do início da atividade sexual, na adolescência.

Quais os sintomas do câncer de cabeça e
pescoço?

Os sinais do câncer de cabeça e pescoço dependem da região
atingida pelo tumor. Assim, os sintomas mais comuns são:

     
Manchas brancas ou avermelhadas na boca, que podem ser
acompanhadas de dor e sangramento.

     
Dor de garganta que não sara mesmo com remédios.

     
Dores e/ou dificuldade para engolir e/ou respirar.

     
Rouquidão ou voz alterada há mais de 15 dias.

     
Nódulo no pescoço sentido ao apalpar.

     
Feridas na boca que não cicatrizam.

     
Tosse que dura por mais de 30 dias.

     
Dor de cabeça.

     
Dor no ouvido

 

     
Tontura.

 

Quais os fatores de risco para o câncer de cabeça e pescoço?

Os principais fatores que influenciam o desenvolvimento desses tipos de câncer estão a seguir!

Tabagismo

O hábito de fumar cigarro e derivados, como narguilés, charutos, cigarro eletrônico e cachimbos, é o principal fator de risco para o câncer de cabeça e pescoço. Além disso, se combinado com o consumo excessivo de bebidas alcoólicas, está relacionado a 75% dos casos dessa doença.

Consumo excessivo de bebidas alcoólicas

O consumo abusivo de álcool aumenta as chances de desenvolvimento de vários tipos de câncer, incluindo o câncer de cabeça e pescoço. Quando associado ao tabagismo, o risco é aumentado em 20 vezes em comparação com uma pessoa que não fuma nem bebe em excesso.

Má higiene bucal

A falta de cuidados com a higiene bucal contribui para o aumento do risco de desenvolvimento de câncer na cavidade oral. Além disso, o uso de próteses dentárias mal ajustadas também é um fator de risco, pois pode causar feridas crônicas na região.

Exposição a substâncias tóxicas

Pessoas que trabalham em setores da indústria e são expostas a substâncias como amianto, pó de madeira e níquel têm um risco aumentado de desenvolver câncer de cabeça e pescoço.

Exposição à radiação

Expor-se à radiação, seja para o tratamento de outros tumores, seja em situações de exposição ocupacional, pode aumentar o risco de desenvolver câncer nessa região.

Como se prevenir contra esse tipo de câncer?

As formas de prevenção do câncer de cabeça e pescoço estão intimamente relacionadas à não exposição aos fatores de risco mencionados acima, além de manter hábitos de vida saudável como alimentar-se adequadamente, praticar atividades físicas, dormir bem e garantir que jovens se vacinem contra o vírus HPV podem ajudar a prevenir quaisquer tipos de câncer.

Neste artigo, você viu várias informações sobre tumores malignos, sobretudo quanto aos fatores e sintomas do câncer de cabeça e pescoço.

Agora, se você notar qualquer sintoma, conte com o Instituto da Tireoide&Laringe e nossa equipe especializada. 

 

Dr. Francisco Amorim   CRM 14221
Cirurgião de Cabeça e Pescoço
Diretor Técnico do Instituto da Tireoide & Laringe

Olá! Como podemos ajudar?