Instituto da Tireoide & Laringe

Podcast | Saúde da Cabeça ao Pescoço

Dor de Garganta

Olá, seja bem-vindo a mais um episódio do podcast saúde da cabeça ao pescoço.

Aqui você vai ouvir muita informação prática, descomplicada e acessível sobre como se prevenir e tratar dos diversos tipos de doença da cabeça e do pescoço.

Quem compartilhará esse conhecimento conosco será o Dr. Francisco Amorim, especialista de referência na área, ele é médico cirurgião de cabeça e pescoço e diretor do Instituto da Tireoide e Laringe em Goiânia.

Clique no botão para ouvir este episódio do podcast.

 

 

Episódio Dor de Garganta

Meu nome é Francisco Amorim e esse é o Podcast Saúde da Cabeça ao Pescoço. Aqui eu vou falar sobre as principais enfermidades e problemas que podem acometer essa parte do nosso corpo.

Hoje nós vamos falar sobre uma das principais queixas dos nossos pacientes e também uma dúvida frequente nas nossas mídias sociais, que é a dor de garganta.

Causas e sintomas associados à dor de garganta

Dor de garganta pode ter várias causas. Uma dor de garganta, pessoal, geralmente resulta de um processo infeccioso ou um processo inflamatório. A irritação, ardência, tosse e dor que geralmente piora engolir, são indicativos desse problema.

Nessa situação, o paciente refere dificuldade para engolir, inclusive os alimentos sólidos ou líquidos, alimentos do dia a dia.

Costumam relatar também uma sensação de garganta arranhada. Pode ter mau hálito, principalmente nos casos de amidalite com pus, que é um indicativo de infecção bacteriana, e febre. Muitas vezes ela pode também estar associada a esses outros sintomas.

Esses são os principais sintomas que podem estar associados à dor de garganta. De modo geral, pessoal, a causa mais frequente de uma dor de garganta é uma infecção viral, as chamadas e conhecidas gripes, ou resfriados comuns, que frequentemente somos acometidos.

Doenças associadas à dor de garganta

Quando estamos diante de um processo inflamatório, a dor de garganta pode ser indicativo de amidalite, ou seja, inflamação das amídalas; ou uma faringite, inflamação da faringe; ou a associação das duas, que se chama faringoamigdalite.

Esse tipo de inflamação pode afetar ou não a laringe, levando a um quadro de laringite, que é a inflamação da laringe. E nesse último caso, o paciente costuma apresentar rouquidão, e nos casos mais severos e graves, falta de ar.

Pessoal, as chamadas dores de garganta se manifestam de maneira rápida, podendo durar alguns dias quando são bem tratadas.

Alimentos gelados causam dor de garganta?

Uma pergunta muito frequente que os nossos ouvintes nos encaminham é: “Doutor, beber gelado pode causar dor de garganta?” Pessoal, isso depende do quão grande é a variação de temperatura. O choque térmico pode, sim, irritar a região da garganta, mas isso não é um fator de risco relevante.

Outra situação que muitas vezes chega ao nosso consultório é de pessoas, ou mesmo de profissionais da voz, como cantores, professores e profissionais do telemarketing; que abusam da sua voz, como falar ou cantar por um tempo excessivo sem os devidos cuidados, sem usar a voz de uma maneira moderada, com o tom de voz confortável e fazer uma boa hidratação.

Isso leva a uma maior tensão nas pregas vocais, podendo causar o que chamamos de fonotrauma, ou seja, agressão das pregas vocais, que ficam mais endurecidas e acabam perdendo um pouco dessa mobilidade, traduzida pela perda da qualidade vocal, ou seja, rouquidão associada a dor e desconforto na garganta.

Própolis ajuda a aliviar a dor de garganta?

Outra pergunta frequente que nos encaminham é: “Doutor, própolis ajuda a aliviar a dor de garganta?” Pessoal, não há estudos conclusivos, mas existem indícios de que o própolis, por ser uma substância natural, tem propriedades antibacterianas e imunoestimulantes que podem, sim, ajudar as pessoas nessa situação. Se não ajudar, provavelmente também não vai causar nenhum mal a essa pessoa, por tratar-se de um produto natural.

Medicação adequada

Agora, lembre-se que o tratamento se baseia na causa dessa dor de garganta. A dor causada por infecções virais simples, como os resfriados, costumam regredir espontaneamente. Se você tiver um bom repouso e uma boa alimentação. E muitas vezes, se usa também os sintomáticos, que são os analgésicos e inflamatórios, que podem aliviar esse desconforto na garganta.

Mas lembre-se: a automedicação só atrapalha. Quando presentes os sintomas de dor de garganta que não melhoram passados alguns dias, associados a alguns quadros febris, devemos, sim, procurar um médico para fazer o diagnóstico, principalmente quando estamos diante de uma infecção bacteriana, porque nesse caso deverá ser prescrito um antibiótico adequado, logicamente, pelo médico, de acordo com o caso clínico em questão.

Inchaço no pescoço

Outra situação que nos leva a pensar na gravidade da dor de garganta é o inchaço visível no pescoço, com aquele vermelhão bem evidente. Você pode perceber claramente que existe uma simetria desse pescoço, ou no rosto, ou face dessa pessoa que está acometida com esse problema. Geralmente isso é o indicativo de um processo infeccioso, e deve ser procurado o médico o mais breve possível.

Pessoas com dor intensa na garganta, com dificuldade de abrir a boca, que é o que chamamos de trismo, também são dados que devem nos alertar para um quadro mais grave. Sem contar que dor na musculatura do pescoço e outros sintomas, como febre alta, fadiga extrema ou tosse produtiva, procure o seu médico o mais rápido possível.

Existe alguma relação entre dor de garganta e câncer de cabeça e pescoço?
Sim, pessoal. Isso um dos sintomas que pode ocorrer principalmente quando esse paciente desenvolve um câncer de cabeça e pescoço na região posterior da língua, que a gente chama de orofaringe. Ele começa a sentir dor porque aquela musculatura está comprometida. Toda vez que ele fizer o ato da mastigação e da deglutição, ele vai ter esse desconforto.

Tumores de hipofaringe também costumam gerar esse tipo de sintoma. Então a dica, em caso de dor de garganta excessiva, que não melhora com os tratamentos iniciais e que há o surgimento de caroços no pescoço e dificuldade para engolir, procure seu médico imediatamente.

Quem tem dor de garganta frequente tem mais probabilidade de câncer de cabeça e pescoço?

É outra pergunta que nos chega aqui hoje. Pessoal, dor de garganta frequente geralmente está associada aos processos inflamatórios e infecciosos, como eu falei anteriormente para vocês; e menos frequentemente associados ao caso de câncer. Nessa situação, nós temos que ver se esse paciente é um paciente que consome bebida alcoólica excessiva, faz uso de tabaco, cigarros – ou mesmo cigarros eletrônicos, que hoje em dia está muito na moda. Esse, sim, tem maior probabilidade de desenvolver um tipo de câncer de cabeça e pescoço.

Agora, lembrar que em inúmeras situações a dor de garganta pode estar atrelada a um refluxo gastroesofágico, a um processo inflamatório, e não necessariamente a um câncer de cabeça e pescoço.

Criança com dor de garganta é sinal de câncer?

Essa é outra pergunta que nos chega aqui hoje.

Pessoal, criança e dor de garganta geralmente estão associados mais ao processo inflamatório ou infeccioso. Como em crianças subentende-se que não tem os principais fatores de risco de cabeça e pescoço, que é o uso de bebida alcoólica e cigarro, então dificilmente uma dor de garganta constante em crianças poderá ser um câncer.
O que leva a atenção a algum quadro de neoplasia em criança está mais relacionado ao quadro de falta de ar do que propriamente dor de garganta. Geralmente nas crianças essa queixa se deve a um processo inflamatório ou um processo infeccioso

Por que a dor de garganta acontece mais pela manhã?

Essa é outra pergunta do nosso ouvinte. Pessoal, geralmente essas dores pela manhã se devem aos respiradores bucais. São aquelas pessoas que dormem respirando pela boca e ao longo da noite, nessa situação, elas acabam ressecando demais a mucosa. Porque a função do nosso nariz é exatamente umidificar esse ar, fazer com que o ar que chegue ao pulmão, seja um ar umidificado.

Quando você respira pela boca, você tira essa função do nariz, resseca a mucosa da boca, a mucosa da garganta, da orofaringe, e ao acordar realmente vai sentir esse desconforto.

Sensação de aperto na garganta

“Sensação de como se tivesse um corpo estranho na garganta, o que é isso, doutor?”

É outra pergunta do nosso ouvinte. Isso é o que chamamos de globus faríngeo, ou seja, aquela irritação na sua faringe, que dá aquela sensação de como se você realmente tivesse, ali, algo que esteja te incomodando. Isso está muito relacionado com problemas do refluxo gastroesofágico. Então temos que ver se essa pessoa é um tabagista, se é uma pessoa que consome bebida alcoólica, se essa pessoa tem algum outro problema na esfera gástrica.

Então, se você tiver esses três fatores irritativos, consome demais bebida alcoólica, faz uso de tabaco e seus derivados, como cigarro e cigarros eletrônicos, e tem problemas de refluxo, com certeza você vai ter esse sintoma do aperto na garganta todos os dias. Então, pessoal, nessa situação procure o especialista o mais breve possível.

Quais os sintomas do câncer na garganta?

E para finalizar o nosso podcast de hoje, a última pergunta da nossa ouvinte: “Quais os sintomas do câncer na garganta?”

Pessoal, isso vai depender do sítio desse tumor, ou seja, da localização do tumor primário na garganta que pode ser representado pela orofaringe, pela hipofaringe, pela laringe e pela própria tireoide. Ou seja, de acordo com a localização desse tumor você vai ter um sintoma, mas de modo geral: vamos supor que seja um câncer de orofaringe, esse paciente vai ter uma dificuldade na deglutição, uma dor na deglutição. Em casos avançados, uma alteração na qualidade vocal da sua voz, ou seja, como se tivesse uma batata quente na boca.

Se é um câncer de laringe, ele começa tendo sintomas iniciais da rouquidão e nos casos mais avançados, falta de ar. Câncer de hipofaringe, que é onde realmente os alimentos passam até chegar no esôfago e, consequentemente, no estômago; se ele tem um câncer nessa região, ele vai ter dificuldade para engolir os alimentos sólidos, e em casos avançados, até mesmo os alimentos líquidos.

Outro dado que deve ser pensado e tomados os devidos cuidados, é quando há o surgimento de caroços no pescoço, ou seja, os linfonodos cervicais. O linfonodo cervical associado a todos esses sintomas que falei anteriormente, vale a pena você procurar o seu profissional o mais rápido possível.

Pessoal, é sempre um prazer estar aqui com vocês, respondendo e tirando as dúvidas. Aliás, qualquer dúvida ou questionamento, é só entrar no nosso site www.itl.med.br, onde nós temos alguns artigos, textos que eu escrevo regularmente; ou entrar na nossa mídia social @institutodatireoidee

Nós temos o maior prazer em responder e tirar todas as dúvidas de vocês.

Conto com vocês na nossa próximo podcast.

Aguarde!

Olá! Como podemos ajudar?